terça-feira, 29 de janeiro de 2008

ATITUDE...?




Gostaria de entender o que faz com que as pessoas não consigam refletir sobre a frase:

‘Não é o que se fala, é como se fala.’

Existem milhares de palavras e expressões para se lançar uma opinião pessoal... então porque essa coletiva incapacidade de se falar com educação na hora de se dizer o que se pensa?

Não consigo aceitar que seja uma questão de atitude ou de sinceridade, porque sou sincera, sou uma daquelas devotas de pessoas sinceras e da sinceridade, sabe? (no fundo sou uma romântica...)

Olho em comunidades, fóruns, blogs, sites... o que vejo é cada vez mais uma pura agressão a pessoas ou ações mascaradas com a desculpa da sinceridade, da atitude.

O errado não é pensar diferente dos demais, claro que não, a unanimidade é burra.

O que questiono é a falta de modos, de respeito na hora de se expressar uma opinião pessoal. Existem muitas formas de se dizer ‘não gostei’, sem parecer um mal educado de pai e mãe. Sem parecer um preconceituoso mergulhado em livros e citações filosóficas...

...Posso citar frases de filosoficas, mas com que freqüência penso no real valor das palavras?

Chego cada dia mais a conclusão de que não é a sinceridade que conta, é a falta de educação, é o orgulho.

Por que muitos não dizem absurdos disfarçados de criticas pessoais com o intuito de melhorar alguma coisa, dizem com a intenção de sujar, ferir, magoar.

...E exatamente por esse motivo não descem de seu pedestal arrogante para se desculparem.

Atitude?

Atitude para mim é saber admitir quando errou...

Porque... para citar frases de efeito eu também sirvo:

'Ninguém está livre de dizer tolices, o imperdoável é dizê-las de forma solene.' --Michel de Montaigne

11 comentários:

Raviros disse...

Como eu disse no blog do guilherme..
Sinceramente..parabens! ^^
muito bom msm
Eu passei aqui só p comentar isso =P
Tipo...ah sei la Oo eu gostei mt
parabens! ^^/

Fran Briggs disse...

Muito obrigada por comentar. :3

Fico feliz que tenha gostado do texto, não me considero tão boa em expressar meus pensamentos, mas achei que esse valia a pena. ^^

Bjos. ^^

William Maglione disse...

Muito bom mesmo Fran!!! Hoje em dia as pessoas perdem a noção do que se pode e o que não se pode fazer. Temos as ferramentas nas mãos, mas, mais uma vez a humanidade acaba usando essas ferramentas pro mal. A sorte é que não é 100% das pessoas que fazem isso, a minoria ainda sabe usar as palavras com respeito e dignidade. A língua (ou no caso os dedos) é a arma mais poderosa que o homem tem, e se não soubermos usá-la, podemos ferir as pessoas que mais amamos. Uma palavra dita de uma forma diferente pode mudar todo o sentido de uma frase. Grande exemplo foi o que aconteceu com o Elcio semanas atrás. Tu viu o Bafafá que gerou aquilo lá neh??? Esquecemos de olhar para o próximo quando só ficamos olhando pra nós mesmos. Mais uma vez, achei muito bom o texto. Parabéns Guria!!!

Ana disse...

Oi, Fran! Tudo bem?

Com certeza era isso que muitas pessoas que eu conheço deveriam ler! E não é só atrás do computador que esse tipo de coisa acontece. Defender opiniões hoje é bem difícil, pois se você expressa a sua com educação, sempre tem um engraçadinho mal-educado que acha que pode te menospresar/rir justamente por achar que a opnião dele é superior. Aí todo mundo acha que pode fazer o mesmo e o confusão está feita. O que custa ser educado, neh?! Se todo mundo aplicasse a famosa regra de ouro, o mundo seria um lugar bem melhor.
As vezes uma palavra doi mais que uma surra.

Adorei o texto ^^
beijocas

Anônimo disse...

Eu sempre uso essa frase "Não é o que se fala, é como se fala" quando alguém faz criticas pesadas sobre meu trabalho!

"O errado não é pensar diferente dos demais, claro que não, a unanimidade é burra".

O maior problema que encontro é quando o "pensar diferente" é confundido entre gosto pessoal e burrice!

Desculpe pelo exemplo, mas escutei meu irmão falando desse problema a semana inteira!
Ex. Eu gosto de legendado, meu irmão gosta de dublado eu não chamo ele de analfabeto e burro e ele não me chama de sem cultura brasileira e desinformada! Ambos se respeitam e respeitam o gosto do outro! E isso é que é importante no final!

Pois nesse mundo tão imenso existem "produtos" para todos! O que pode ser de qualidade pra uns pode ser de baixa qualidade pra outros!

Fran Briggs disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Fran Briggs disse...

Oi a todos que comentaram! ^^

Obrigada pelos seus comentários sobre o assunto!

Na verdade eu encaro como gosto pessoal pensar diferente, porque é preciso ter opinião formada e particular para não seguir o inconsciente coletivo de aceitação ou não aceitação de algo.

Acho que pensar diferente e gosto pessoal não é defeito, de forma alguma. Vc pode pensar contrário ao que os outros dizem: o povo queimava os estudiosos no pasado quando eles diziam que a Terra é redonda, né? Porque pra eles o correto era pensar que era achatada, logo, eles pensavam diferente sendo assim, isso era visto como visão pessoal já que diferia da visão geral sobre o formato do planeta.

Ou seja, pensar diferente é pessoal o que não quer dizer que seja burrice...

Só que para expressar a opinião há que se ter bom senso (como da pessoa anonima que falou a respeito de seu irmão, onde ambos se respeitam e respeitam gosto/opinião um do outro).

O problema maior que noto é que parece que apenas omitir o que acha/pensa não é suficiênte, as pessoas passaram a se usar de uma absurda agressão verbal contra o próximo para valer seu visão.

Isso é triste. :/

Klain disse...

Na verdade, acho que o ponto é outro.

O falar mal, não mostra apenas a simples má educação da pessoa, mas sim, a ausência de um argumento forte para criticar o outro.
Então, se a pessoa simplesmente não gosta por não gostar, fala algo cuja aparência é forte e grosseira, mas o conteúdo da crítica geralmente é incoerente, vago e inconsistente.

E, guria, você fala muito bem. Digo, escreve. =)

Lucas Lombardi disse...

Quantos a forum, comunidades.. etc na internet, atras de um computador muitos se sentem FORTES, PODEROSOS, e com isso o Poder sobe na cabeça né? ai já viu... falam o que querem da forma mais estúpida possivel, pq so porque esta protegido por um monitor. Se estivessem falando pessoalmente seriam uns anjinhos, com a maxima educação possivel.

abração

Luciano Lima disse...

Olá!

Muito bonito seu blog com excelente conteúdo! Parabéns!

Na maioria dos seus textos que eu li e estou lendo, realmente, fico admirado com suas opiniões sinceras e verdadeiras.

Em um dos textos, principalmente como se vê as ATITUDES dos fãs de animes, como são tão mal educados em expressarem o que gostam e os que não gostam e ainda criticam os gostos dos outros!

Tamanha ignorância, desculpe, todos nós sabemos (ou quase todos...): Animes, games, mangás, são produtos comerciais de grandes empresas para venderem seus produtos no mercados, Essas pessoas que trabalham não estão nem aí com os fãs, e sim, quer ver seu bolso cheio de dinheiro.

De certo modo, a melhor coisa deste produto comercial é o mangá, que vem diretamento do esforço do autor. E sei que há muitos deles fazem com muito amor e carinho para nós, fãs de mangás, viajarem e sonharem alto!

Xiko do Couto disse...

A exortação(puxei fundo? Achei melhor que admoestação, se é que existe tal palavra^_^') do que lhe é estranho é a arma facista mais inerente ao dna humano. Já fui alvo desse tipo de agressão por pessoas que se diziam muito cultas e educadas. É lamentável.